Lucy concedeu uma entrevista exclusiva para a Parade Magazine, onde conta sobre participar do evento de ano novo do Dick Clark pelo terceiro ano consecutivo, PLL e seus novos projetos. Confira traduzido abaixo:

Se é dia 31 de dezembro, é a hora do especial Dick Clark New Year’s Rockin’ Eve with Ryan Seacrest ao vivo da Times Square. Seacrest vai apresentar assim como apresenta pelos últimos 13 anos e terá a ajuda da atriz e comediante Jenni McCarthy Wahlberg em NYC, enquanto a cantora multiplatinada Ciara vai estar na costa oeste, e a estrela de PLL, Lucy Hale vai voltar pelo terceiro ano consecutivo como apresentadora em Nova Orleans.

“Eu cresci assistindo a série, então é nostálgico para mim,” Hale diz nessa entrevista exclusiva. “E o ano novo é um dos meus feriados favoritos.”

“Eu amo Dua Lipa, temos o mesmo corte de cabelo, então eu a amo,” Hale diz. “E Kelsea Ballerini é na verdade uma amiga minha, então estou animada para ver ela. Ela tem essa música com os Chainsmokers, então vai ser maravilhoso. Eu queria estar em todos os lugares para ver as apresentações.”

O que te fez querer apresentar o evento de Nova Orleans de novo?
O primeiro ano que eu fui, fiquei tão nervosa, mas todos os envolvidos no show me deixaram super confortável, e eu amo Nova Orleans. Eu amo ir para lá qualquer dia, mas tem algo muito especial sobre estar lá no ano novo. Tem uma boa energia, boas pessoas, todos estão lá para se divertir. Eu amo a sensação de não saber o que vai acontecer. Porque eu sou uma atriz, eu estou acostumada a ensaiar, e fazer vários takes até acertar. Mas, obviamente, com um programa ao vivo é diferente, então você pode se preparar, mas as coisas sempre mudam no último minuto, e é um sentimento excitante, então estou animada para ver o que acontece esse ano.

Você disse que o ano novo é um dos seus feriados favoritos. Como você passava ele antes de pegar esse trabalho?
Eu estou sempre com minha família. Eu me mudei pra LA quando tinha 15 anos, mas sempre tive o hábito de ir para casa toda hora, incluindo durante os feriados. Não temos tradições, mas sempre passo com minhas pessoas favoritas, que é minha família. E até hoje, quando eu venho para esse show em Nova Orleans, eles vem comigo, porque não é tão longe de onde vim [Memphis, Tennessee]. Para mim, ficar acordada depois da meia noite na minha idade, é muito difícil, porque estou sempre na cama às 9, então, se eu posso ficar acordada depois da meia noite, é legal.

Você faz resoluções de ano novo?
Eu sou o tipo de pessoa que faz resoluções o ano todo. Eu sou uma grande sonhadora. Muitas vezes, eu começo coisas e não termino, então faço isso o ano todo. Para mim, o ano novo é mais sobre refletir sobre o ano, ser grata por tudo que consegui realizar, e as pessoas que tenho na minha vida. Esse ano foi difícil para muitas pessoas, mas ao mesmo tempo, acho que todos tivemos algo para ser gratos. Então, para mim, é sobre pegar essa energia positiva, e tentar espalhar.

Você passou uma boa parte da sua vida em PLL, o que você tirou disso?
Passei maior parte dos meus 20 anos na série, então isso me ajudou a aprimorar meu ofício. Nos tornamos máquinas de uma certa maneira, sabemos muito mais sobre como funciona a TV, então sou muito grata por tudo que aprendi na série. Mas também pude criar uma família enquanto estava longe da minha família. Nós, as meninas da série, passamos por muita coisa juntas – momentos bons e ruins – e eu me sinto grata por ter esse forte senso de comunidade crescendo em uma cidade onde normalmente você não tem isso.

Você tem um filme para sair, “A Nice Girl Like You”, uma comédia romântica.
Eu acabei de filmar há algumas semanas atrás. Eu não havia feito muitas comédias, então isso é novo para mim, mas foi um momento bom, uma história fofa que segue essa garota que está meio perdida, e passa por essas situações engraçadas para descobrir a pessoa que ela quer ser. É uma história de atingir certa idade, acho que podemos chamar assim. Então, eu fiz isso, e então vou começar a filmar um filme da Sony e Blumhouse em janeiro chamado Fantasy Island, que é um remake da série dos anos 80, Fantasy Island, só que vai ir para um lado mais sombrio. É um thriller, e vamos filmar em um país diferente, o que eu nunca fiz antes, então estou animada pra isso.

Quando você diz um lado mais sombrio, ainda tem o Mr. Roarke, e Tattoo?
Ainda terão algumas mudanças no elenco. A série dos anos 80 foi, obviamente, muito divertida e iluminada, e esse filme vai ser um pouco mais nervosa e dramática, e terão algumas reviravoltas sombrias.

Eu li algo que dizia que você ia se afastas da música um pouco, porque depois do seu último álbum, entrar em turnê foi um pouco difícil pra você, então eu estava pensando se não seria perfeito para você fazer um papel em um musical na TV, tipo Rent? É algo que você teria vontade de fazer?
Na verdade eu fiz audição para o musical Rent Live que estão fazendo agora. Eu fiz audição para alguns deles, e eu cheguei perto, e então as coisas não deram certo. Então, sim, eu amaria fazer isso. Acho que em algum momento, eu vou trabalhar nisso, mas eu amo música, e eu acho que se eu conseguir achar uma maneira de utilizar na atuação, acho que isso funciona mais pra mim no momento que estou da minha vida. Então, sim, vamos ver, mas estou animada para ver Rent Live. Acho que eles acharam um ótimo elenco, e eu estou animada para ver o que vão fazer com ele.

Fonte: Parade Magazine